BsBios confirma investimento de R$ 72 milhões em fábricas

Foco é ampliar capacidade de produção, gerar novos empregos e aumentar faturamento em 2019

Com objetivo de crescimento de produção em 43%, a BsBios confirmou ao BVMI investimento de R$ 72 milhões na ampliação da capacidade de suas plantas industriais de Passo Fundo.

O investimento financeiro se dividirá em R$ 47 milhões para equipamentos e maquinário, além de R$ 25 milhões de capital de giro.

A empresa deve apresentar aumento de produção de 288 milhões de litros de biodiesel por ano para 470 milhões de litros por ano. Desde 2005, esse é o quinto aumento de capacidade promovido pela empresa.

Em 2007, a capacidade era muito inferior a atual, com 124,2 milhões de litro de biodiesel por ano. A empresa irá gerar mais 20 empregos diretos e as fábricas devem passar de 1.080 toneladas de esmagamento de soja por ano para um processamento de 1.280 toneladas por temporada.

A previsão de início das obras no Processamento de Grãos é para fevereiro em 2019. Neste momento, é realizada a licença ambiental.

Já as fábricas de Biodiesel e de Desodorização de Gordura receberão obras entre abril e agosto de 2019. Nesse período, serão gerados 200 empregos extras para as obras.

O investimento também deve aumentar o consumo de matéria-prima, uma demanda adicional de serviços, sobretudo no ramo de transporte. A empresa estima que 30% do tráfego de caminhões aumente em razão do aumento de capacidade das fábricas.

O presidente da BsBios, Erasmo Batistella, destaca que a indústria está entre as três principais no país no ramo do biodiesel. Segundo ele, a expectativa é de fechamento de ano como principal produtora de biodiesel no Brasil. O investimento, por sua vez, vem com o objetivo de manter os bons resultados.

“Estamos há quatro anos nos mantendo entre as principais. O investimento vem justamente para nos mantermos. Hoje também estamos nos preparando para aumentar a mistura de biodiesel ao óleo diesel, que atualmente é de 10% e vamos para 15%, aumentando um por cento ao ano”, afirma.

Batistella visa, com os investimentos, maior faturamento da indústria e, consequentemente, elevação no Produto Interno Bruto (PIB) e nos tributos para Município, Estado e República.

“Com esse investimento, vamos aumentar capacidade produtiva, processamento de soja, de gordura. Teremos um incremento de faturamento, vamos gerar empregos diretos e muitos indiretos. Devemos aumentar circulação de caminhões, movimentação. Vamos gerar mais faturamento, mais PIB e tributos”, completa o presidente da indústria.

Desde a criação da Bsbios, a empresa contribuiu com um incremento de R$ 17,8 bi ao PIB municipal, segundo estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE.

A BsBios também fará investimentos em Marialva/PR, onde possui sua outra unidade da empresa de biodiesel. Na indústria do Paraná, serão investidos R$ 13,7 milhões, com o mesmo objetivo de aumentar 43% de produção, de 288 mi de litros de biodiesel por ano para 420 mi de litros por ano. A previsão é que as obras ocorram entre janeiro e fevereiro de 2019.

FonteBVMI – Licio Melo – Matheus Moraes/Diário da Manhã

Dica do BVMI – Trabalhe na BSBIOS Energia Renovável, acesse “Trabalhe Conosco”, envie seu currículo para o e-mail recrutamento@guibon.com.br desejamos a todos boa sorte nos negócios e em seu processo de recolocação!

Dica de negócios – Clientes CityCorp já sabiam deste investimento com antecedência e já estão realizando excelentes negócios na cadeia de fornecedores que está sendo formada para atender as necessidades na compra de novas máquinas e ampliação destas plantas fabris. Este e mais de 16 mil investimentos industriais estão à disposição de nossos clientes ativos, conheça o Projeto OObi e venda com relacionamento, inteligência e rentabilidade no mercado industrial.

Dica de OURO – Aprenda a VENDER no mercado Industrial, leve para sua empresa no formato In Company o HPIS – HIGH PERFORMANCE INDUSTRIAL SALES e com uma metodologia exclusiva de vendas faça seu negócio faturar milhões.

#industrialsales
#vendasindustriais
@LicioMelo

Compartilhe essa notícia com seus contatos: