CASTROLANDA confirma investimento DE R$ 125 milhões em expansão de PRODUÇÃO

Nova planta fabril deverá ser inaugurada já em agosto de 2019

A Castrolanda Cooperativa Agroindustrial, sediada em Castro, na região dos Campos Gerais, confirmou ao BVMI investimento de R$ 125 milhões para a expansão de suas atividades industrial e de pecuária.

Na semana passada, a Diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou que aprovou um financiamento de R$ 125 milhões para Cooperativa, recurso que será utilizado para dois aportes diferentes: um voltado para a expansão da industrialização de leite e outro para a construção de uma nova Unidade Produtiva de Leitões (UPL).

No primeiro caso, o investimento será para a implantação de uma fábrica de leite em pó, construída ao lado da Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL) instalada no município de Castro, às margens da PR-151.

Com o investimento, a capacidade de produção da nova unidade será de três toneladas por hora, e possibilitará a ampliação da produção de creme de leite em 5%.

Atualmente, entre as empresas parcerias da Castrolanda na UPL estão Nestlé, Danone, Italac, Piracanjuba, DPA, Tirol, Piá, entre outras. A perspectiva é de que a ampliação da planta fabril seja inaugurada em agosto de 2019.

Já a unidade de leitões está sendo construída no município de Piraí do Sul, vizinho a Castro, esse novo investimento poderá abrigar 6,5 mil matrizes e produzir um volume de 200 mil leitões por ano.

Com previsão de conclusão também para 2019, ela contará com diversas estruturas, como ‘creche’, pré-gestação, gestação, maternidades, quarentena, barreira sanitária, terminação, entre outras edificações, somando cerca de 40 mil m² de área construída.

Esse novo projeto irá contribuir para, futuramente, a Unidade Industrial de Carnes da Alegra Foods atingir a meta de faturamento de R$ 1 bilhão, com a ampliação do abate de suínos.

A unidade seguirá orientações de bem-estar animal e os dejetos gerados serão tratados e utilizados como biofertilizante para a produção agrícola.

Os recursos do BNDES serão repassados pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e Banco ABC no âmbito do Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária.

Conforme o BNDES, o apoio favorecerá o aumento ganho de eficiência e a ampliação da capacidade produtiva da Castrolanda, contribuindo para a geração e distribuição de renda no campo para os associados, colaboradores e parceiros da cooperativa agroindustrial.

A Cooperativa Castrolanda é formada por 876 cooperados e 3.153 colaboradores. No ano passado, registrou o faturamento de R$ 2,91 bilhões, o que corresponde a um crescimento de 3% na comparação com 2016.

A cooperativa atua em diversas áreas, como no leite, setor que produziu 319.215 milhões de litros em 2017, 554.364 toneladas de grãos, 33.807 toneladas de sementes, 42.644 toneladas de suínos, 514.453 toneladas de rações, 10.277 toneladas de batata semente e 52.550 toneladas de batata consumo.

FonteBVMI – Fernando Rogala/JM

Dica do BVMI – Trabalhe na Castrolanda Cooperativa Agroindustrial, acesse “Trabalhe conosco”, desejamos a todos boa sorte nos negócios e em seu processo de recolocação!

Dica de negócios – Clientes CityCorp já sabiam deste investimento com antecedência e já estão realizando excelentes negócios na cadeia de fornecedores que está sendo formada para atender as necessidades desta ampliação de planta fabril. Este e mais de 16 mil investimentos industriais estão à disposição de nossos clientes ativos, conheça o Projeto OObi e venda com relacionamento, inteligência e rentabilidade no mercado industrial.

Dica de OURO – Aprenda a VENDER no mercado Industrial, leve para sua empresa no formato In Company o HPIS – HIGH PERFORMANCE INDUSTRIAL SALES e com uma metodologia exclusiva de vendas faça seu negócio faturar milhões.

#industrialsales
#vendasindustriais
@LicioMelo

Compartilhe essa notícia com seus contatos: