Hidrover investe R$ 45 milhões em nova fábrica

Com transferência empresa empregará mais de 200 pessoas

As áreas administrativa, financeira e comercial da Hidrover, empresa com origem em Caxias do Sul, já estão funcionando em nova sede, em Flores da Cunha.

A expectativa é que toda a produção, hoje concentrada em Caxias do Sul e em Rio do Sul (SC), seja transferida até o fim do semestre. Após toda a transferência, a Hidrover empregará mais de 200 pessoas, com prioridade de contratação de novos trabalhadores residentes em Flores da Cunha.

O investimento total na nova estrutura passa dos R$ 45 milhões, incluindo a compra do terreno de 18 hectares. A Hidrover fabrica cilindros hidráulicos, principalmente para a linha amarela (máquinas agrícolas e caminhões), atuando também com sistemas hidráulicos.

Da esquerda para direita, Fabiano Rizzotto (diretor industrial), Lídio Scortegagna (prefeito), Jefferson Teixeira (diretor-geral), Ricardo Archilla (diretor comercial) e Moacir Ascari (presidente da Câmara de Vereadores). Foto: Fábio Carnesella/Prefeitura FC

Da esquerda para direita, Fabiano Rizzotto (diretor industrial), Lídio Scortegagna (prefeito), Jefferson Teixeira (diretor-geral), Ricardo Archilla (diretor comercial) e Moacir Ascari (presidente da Câmara de Vereadores). Foto: Fábio Carnesella/Prefeitura FC

Com a chegada de novas oportunidades no mercado de trabalho, a prefeitura planeja, em parceria com o Senai, a vinda da Carreta Escola para qualificação profissional, principalmente na área metalmecânica. Os cursos devem ser oferecidos no mês de setembro. A Hidrover é a terceira empresa que tinha operações em Caxias do Sul e se transferiu para Flores da Cunha.

A primeira foi a Keko Acessórios, que fornece para a indústria automotiva, e a Cooperativa Nova Aliança, resultado da união de cooperativas, que tinha sede em municípios da região, como a Aliança, que operava em Caxias do Sul.

Empresa de origem nacional, a Hidrover já pertenceu a um grupo norte-americano (Hyco), em seguida a um grupo alemão (Weber Hydraulik), e que recentemente voltou a ser de capital nacional, tendo como sócios Jefferson Teixeira, diretor-geral, Ricardo Archilla, diretor comercial, e Fabiano Rizzotto, diretor industrial.

Fonte – BVMI – Roberto Hunoff/Jornal do Comércio

#industrialsales
#vendasindustriais
@LicioMelo

Compartilhe essa notícia com seus contatos: