Nordex Acciona investe mais R$ 30 milhões e vai dobrar fábrica

Investimento adicional deverá gerar mais 350 vagas diretas

A fabricante de aerogeradores Nordex Acciona vai dobrar a capacidade da sua fábrica de torres de concreto recém concluída no Piauí para atender um contrato fechado com a italiana Enel. O contrato envolve a entrega de turbinas eólicas para um projeto de 595 megawatts (MW).

A fábrica do Piauí, que recebeu investimentos da ordem de R$ 30 milhões, tem capacidade para produção de 100 torres de concreto por ano e está concluindo a contratação de 350 funcionários, disse Daniel Berridi, diretor-geral da companhia no Brasil. Com a duplicação, devem ser investidos outros R$ 30 milhões, além da contratação de mais 350 funcionários.

De acordo com o executivo, a expectativa é que a nova fábrica seja concluída no primeiro trimestre do ano que vem. A primeira unidade do Piauí foi construída para atender um contrato com a Atlantic Renováveis, que está montando um parque eólico de 195 MW de potência.

Os sistemas devem ser entregues e instalados no fim deste ano, permitindo que a encomenda da Enel comece a ser atendida no ano que vem.

O contrato com a Enel, anunciado em 10 de julho, é o maior já fechado pela Nordex em sua história. A companhia vai fornecer e instalar 191 turbinas e torres eólicas no parque Lagoa dos Ventos, no Piauí. O trabalho de instalação será iniciado em outubro de 2019.

“A ampliação da fábrica foi uma decisão lógica depois da assinatura do contrato com a Enel”, explicou Berridi. Segundo ele, a companhia acredita que o Piauí é uma das regiões com maior potencial de crescimento na geração de energia eólica nos próximos anos. “A intenção é utilizar a mesma fábrica em outros projetos depois disso”, disse.

A companhia tem “projetos em vista” com outros clientes, mas nada concreto ainda. “Estamos melhores do que estávamos nessa época do ano passado. Embora os leilões de geração de dezembro não tenham sido grandes como a gente gostaria, foram bons leilões”, disse.

A confirmação da realização de um novo leilão de geração em agosto deste ano é uma “confirmação do início da retomada” da indústria disse.

O setor de fornecimento de turbinas e equipamentos para geração de energia eólica sofreu no país entre 2015 e 2017, pela ausência de leilões e novos projetos, que fizeram com que fábricas fossem fechadas por causa da capacidade ociosa.

Essa não é a única movimentação da companhia no país no momento. Em junho, a Nordex venceu um edital de Furnas, subsidiária da Eletrobras, para fornecer e instalar 41 turbinas para o Complexo Eólico de Fortim, no Ceará.

Os equipamentos devem ser produzidos na fábrica da Nordex em Areia Branca, no Rio Grande do Norte (RN), que se encontra hibernada neste momento. “Agora, com o projeto de Furnas, temos a opção de ter a fábrica em funcionamento novamente”, disse.

Além dessas unidades, a Nordex tem outra fábrica no Rio Grande do Sul (RS), também em hibernação. Os equipamentos desta unidade foram transportados para a primeira planta do Piauí, e a infraestrutura geral foi mantida.

A companhia preferiu manter a fábrica de Areia Branca com os equipamentos instalados por considerar que a região era mais estratégica para novos projetos.

Com essas novas encomendas, a Nordex vai chegar a 1,9 gigawatt (GW) em projetos em operação e construção no Brasil. A companhia é o resultado da fusão entre a alemã Nordex e a espanhola Acciona Windpower. Com atuação em mais de 30 países, a capacidade instalada no mundo todo já supera 23 GW.

Fonte – BVMI – Camila Maia/Valor

Dica do BVMI – Trabalhe na Nordex Group acesse “Company & Career”, envie seu CV, desejamos a todos boa sorte nos negócios e em seu processo de recolocação!

Dica de negócios – Clientes CityCorp já sabiam deste investimento com antecedência e já estão realizando excelentes negócios na cadeia de fornecedores da ampliação deste projeto. Conheça o Projeto OObi e venda com relacionamento, inteligência e rentabilidade no mercado industrial.

Dica de OURO – Aprenda a VENDER no mercado Industrial, leve para sua empresa no formato In Company o HPIS – HIGH PERFORMANCE INDUSTRIAL SALES e com uma metodologia exclusiva de vendas faça seu negócio faturar milhões.

#industrialsales
#vendasindustriais
@LicioMelo

Compartilhe essa notícia com seus contatos: