Nova Fiação confirma investimento de R$ 100 milhões em nova planta fabril

Ativação da primeira fase da planta será em 2020, quando serão gerados 220 empregos

O BVMI confirmou que a tecelagem cearense Nova Têxtil investirá R$ 100 milhões na instalação, em Pernambuco, da primeira planta fabril fora de seu Estado de origem.

A nova fábrica será construída no município de Bezerros (a 110 km do Recife), para atender ao polo de confecções do Agreste, onde estão os seus maiores clientes.

A estratégia é incrementar a capacidade de produção, sinergia e logística para expandir os negócios, acompanhando o crescimento do cluster de moda.

A indústria integra o grupo Santana Textiles, sediado em Horizonte, a 43 km de Fortaleza, tem capacidade produtiva de aproximadamente 3,5 milhões de metros/mês de tecido e gera cerca de 2,2 mil empregos diretos.

O grupo surgiu a partir de uma fábrica de redes de dormir e, ao longo da trajetória, expandiu as operações e o portfólio, processo consolidado, com a criação da Nova Fiação, localizada em Jaguaruana, a 150 km de Fortaleza.

A operação em Pernambuco terá capacidade de produzir mensalmente 1,2 milhão de metros de jeans e 700 mil quilos de fios destinados à fabricantes de malhas (cotton, meia malha, piquet, ribana, meias, moletons, entre outros) e produtos (artigos para cama, mesa e banho).

A plena capacidade deve ser atingida até o final de 2021, considerando um cronograma de dois anos, com início das obras de implantação ainda em 2019.

A empresa trabalha com a possibilidade de ativar a primeira fase da planta em 2020, quando serão gerados 220 empregos. A meta é ampliar o quadro para 545 empregados diretos quando a tecelagem estiver concluída.

A decisão de instalar a fábrica a poucos quilômetros do triângulo formado pelas cidades mais importantes do polo – Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama – veio a partir de estudos de mercado que apontaram a falta de fornecedores próximos – de tecidos e outros insumos – como um dos maiores desafios das indústrias de confecções local, com impactos não apenas na oferta de matérias-primas, mas também na competitividade.

A Nova Fiação viu uma oportunidade neste cenário, já que a cadeia têxtil e de moda de Pernambuco responde pela maior fatia no faturamento da empresa.

Atualmente, o atendimento da região é feito a partir de sua planta no Ceará, situada a 600 quilômetros de Caruaru. Mas, com a implantação no polo, a Nova Fiação tem a chance de incrementar a integração com o cluster, ganhar mais escala e, com isso, crescer.

“Pernambuco tem uma cadeia têxtil e de confecções relevante, que será reforçada por nosso projeto”, destaca o procurador da empresa, Raimundo Delfino.

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sdec), trabalhou na captação da Nova Fiação, com ações que incluíram a concessão de incentivos fiscais e de infraestrutura.

“Articulamos a atração dessa fábrica, que vai impactar todo o cluster da confecção. Com a vinda de um grupo que tem uma atuação nacional muito forte, vamos agregar valor à região”, destaca o governador Paulo Câmara.

O polo do Agreste, formado por 40 municípios de Pernambuco e da Paraíba, é o coração da cadeia produtiva têxtil e de confecções de Pernambuco, movimenta em torno de R$ 5,6 bilhões/ano e gera 250 mil empregos na produção de vestuário para todos os públicos, além de artigos de cama, mesa e banho. Segundo pesquisa elaborada pela Consultoria IEMI em 2017, o cluster produz 225 milhões de peças/ano.

FonteBVMI – Fernando Ítalo

Dica do BVMI – Dica do BVMI – Trabalhe na Santana Textiles, acesse “TRABALHE CONOSCO”, desejamos a todos boa sorte nos negócios e em seu processo de recolocação!

Dica de negócios – Clientes CityCorp já faturaram em 2019 mais de US$ 861 milhões. Eles já sabiam destes investimentos com antecedência, tinham em mãos quem eram as pessoas responsáveis pelos projetos, agilizando o contato assertivo (com os decisores) e já estão realizando rentáveis negócios na cadeia de novos fornecedores formada para atender as necessidades desta nova planta industrial. Este e mais de 18 mil investimentos industriais privados estão à disposição de nossos clientes ativos, conheça o Projeto OObi e venda com relacionamento, inteligência e rentabilidade no mercado industrial.

Dica de OURO – Quando for treinar sua equipe comercial, FAÇA DIFERENTE, leve alguém que VENDE todos os dias no mercado do mundo REAL, leve para sua empresa no formato In Company o Quick Training VENDA INDUSTRIAL 4.0 + INTELIGÊNCIA PREDITIVA INDUSTRIAL e com uma metodologia exclusiva de vendas faça seu negócio faturar milhões.

#vendasindustriais #engenhariaindustrial #manufactoring #negócios
#investimentoindustrial #indústriatêxtil #B2B #têxtil #inovação #investimento #fábrica #indústria #industrial #vendasopex #novafábrica
#inteligênciademercado #industrialsales #industrialengineering #bigdata
#opex #sales #inteligência #polotêxtil
@LicioMelo

Compartilhe essa notícia com seus contatos: