Vestas confirma investimento de R$ 100 milhões em ampliação de fábrica

Em visita ao Brasil presidente mundial da companhia confirma que País é mercado prioritário

Otimista com a perspectiva de retomada do crescimento da economia brasileira, e consequentemente do consumo mais intenso de energia elétrica, a fabricante dinamarquesa de turbinas eólicas Vestas definiu o Brasil como um dos países prioritários para investimentos da empresa, dona de quase um quarto do mercado global de aerogeradores e faturamento anual de € 10,1 bilhões (o equivalente a cerca de R$ 43,5 bilhões).

“Depois de um período de incertezas, acreditamos que a economia brasileira vai crescer de novo, o que é um motivo chave para a continuidade de investimentos no país”, disse Anders Runevad, presidente mundial da Vestas.

“Nesse sentido, é importante frisar que o consumo de energia brasileiro já alcançou os níveis pré-crise, apesar da baixa atividade industrial. A recuperação da economia brasileira, com a retomada da atividade industrial, vai demandar uma quantidade ainda maior de energia”.

Runevad esteve no Brasil na última semana para reuniões com fornecedores e clientes e integrar uma comitiva de executivos de países nórdicos, incluindo o presidente do conselho de administração do grupo, Bert Nordberg, cuja agenda incluiu encontros com o vice-presidente Hamilton Mourão e o governador paulista, João Dória.

Após as reuniões, sua avaliação é positiva. “Há planos do atual governo para continuar apoiando a transição de fontes tradicionais para renováveis e aumentar a participação das fontes eólica e solar na matriz energética“.

O executivo também elogiou a decisão do governo de anunciar um calendário de leilões de energia de 2019 a 2021. Segundo ele, a medida garante previsibilidade e permite as empresas elaborar investimentos de longo prazo com maior assertividade.

Com mais de 1,5 gigawatts (GW) em turbinas em operação no Brasil, pouco mais de 10% do mercado local, e encomendas de outros 250 megawatts (MW), a Vestas busca ampliar sua posição no país. Para isso, a companhia está investindo cerca de R$ 100 milhões na ampliação da fábrica em Aquiraz, no Ceará.

“O Brasil é um mercado chave para a Vestas. Estamos investindo nos últimos anos e vamos anunciar planos futuros quando forem relevantes”, afirmou Runevad.

“Estamos olhando o mercado brasileiro de uma forma muito otimista e nossa ambição é ser o líder de mercado no país”, completou.

De acordo com o principal executivo responsável pelos negócios da Vestas na América do Sul, Rogério Zampronha, a possível aprovação da reforma da previdência será suficiente para trazer uma nova onda de investimentos para o país.

Zampronha destaca ainda que a companhia vai observar quais serão as diretrizes do governo Bolsonaro para os bancos de fomento, especialmente o BNDES e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), que nos últimos anos foram importantes fontes de financiamento para empreendimentos de energia eólica no país.

Ainda com relação ao BNDES, o executivo defendeu que o banco adote um modelo que permita que a exportação de máquinas do Brasil seja compensada na meta de nacionalização para financiamento a projetos de geração de energia eólica no país.

Mecanismo semelhante foi aplicado na indústria brasileira de óleo e gás. Dessa forma, explicou Zampronha, é possível viabilizar, por exemplo, a fabricação de turbinas no Brasil para atender projetos na América do Sul.

FonteBVMI – Rodrigo Polito/Valor

Dica do BVMI – Trabalhe na Vestas Wind Systems A/S, acesse “Global Opportunities”, desejamos a todos boa sorte nos negócios e em seu processo de recolocação!

Dica de negócios – Clientes CityCorp já faturaram nos primeiros dois meses de 2019 mais de US$ 274 milhões. Isto porque já sabiam deste investimento com antecedência e estão realizando excelentes negócios na cadeia de fornecedores formada para atender as necessidades de ampliação desta planta fabril. Este e mais de 18 mil investimentos industriais estão à disposição de nossos clientes ativos, conheça o Projeto OObi e venda com relacionamento, inteligência e rentabilidade no mercado industrial.

Dica de OURO – Aprenda a VENDER no mercado Industrial, inscreva-se e leve toda sua equipe para o único Treinamento OPEN de 2019 o Quick Trainning VENDA INDUSTRIAL 4.0 + Inteligência Preditiva Industrial e faça seu negócio faturar milhões.?

#industrialsales
#vendasindustriais
@LicioMelo

Compartilhe essa notícia com seus contatos: